EDITORIAL — 14 junho 2016

Queridos e não tão queridos colegas das lides neurocirúrgicas, minha mais sincera e profunda comiseração e solidariedade.

Queridos e não tão queridos colegas das lides neurocirúrgicas, minha mais sincera e profunda comiseração e solidariedade.

Eis-me aqui. Secretario já estive, duas vezes, época do inesquecível “cantinho” do dito cujo. Segundo vice, já estive também, outras duas vezes, quando a eterna verdade de que “vice não fala”(mas perturba) se relembrou. Desta feita, fui promovido! Estou primeiro vice, seja lá o que isto signifique na prática. Mas, podeis estar tranquilos, “brimos” e irmãos de diversas lojas, pois presidir, jamais presidirei, pois tenho amor a esta vida. Lembro que quase morri, quando estive executivo daquela coisa maior, em 2012-13.

Sim, primeiro vice estou, em nossa muito querida SONESP, antes Sociedade de Neurocirurgia do Estado de São Paulo ora Associação dos Neurocirurgiões do Estado de SP, pois a legislação assim nos fez adaptar. Para quem diz não saber o que é a SONESP, a Associação dos NC, que posso dizer? Se sois muito jovens, procurem ler e se informar mais e melhor. Se mais vividos, sugiro cessar de representar papel de “joão sem braço”, pois sabeis que alguma trajetória, quer em matéria de inesquecíveis encontros científicos e vitorias associativas, a SONESP tem de sobejo.

Ora capitaneada por Emilio Fontoura, SONESP terá Neurão em 2017 e Neurinho (com Al Mefty e Lawton) em 2016. Voltarão as Caravanas para o Interior, já estando confirmada a de Ribeirão Preto em novembro próximo. Mantiveram-se as reuniões na APM, de discussões de casos, tendo já ocorrido a primeira em maio pp.

Desejamos a proximidade com todos os serviços universitários e de residencia, sendo que em nossas reuniões de Diretoria o Prof. Jacobsen, entre outros, tem comparecido amiúde, colaborando com afinco.

Com a brevidade do acima, apenas historio que existimos e continuamos na coisa.

Por outro lado, faltamos e muito, com o que se espera de uma associação de classe, sabemos bem. Na direção da SONESP, somos muito poucos, ao longo dos anos. Não passamos de uns vinte. Sempre nos esforçamos a convidar mais colegas, jovens ou não, a se juntarem nas tarefas associativas. Não temos tido sucesso. Um dos motivos, sem dúvida é o imediatismo que se deseja  nas soluções. Todos só querem saber de um lugar para parafusar ou locar eletródios. Construir um futuro mais alicerçado nas relações de trabalho é chato.

Alguma outra associação de nossa classe ou especialidade tem feito melhor,cumpre perguntar ? Só se percebe viagens pra cá e prá lá,a custos de nossos bolsos,uns homenageando aos outros,posando em fotos de perfil,num troca troca de louros bastante comiserativo, sendo X dando uma plaquinha a Y hoje e recebendo-a de volta em outro evento amanhã.Reuniões em ministérios,que a nada levam,pois ministros são trocados que nem cuecas  e a prioridade é o mosquito,obviamente.Mas,infelizmente,os colegas se acham os tais.Para se ir ao congressão do metier,gastam-se os olhos da cara e os outros também.Ora,estamos na era da Internet,dos cursos por streaming,podcasts etc..vamos acordando,gente!

Não pretendo ficar pra semente.Dentro em breve,cuidarei só de observar a planície.Rogo,entretanto,que as boas pessoas assumam as associações,colaborando com seus sites,trazendo material científico e cultural.Fazendo de nosso exercício profissional exemplo de cidadania,em todos os momentos.Rogo juízo,que nunca é tardio nem exagerado.Aos sabidos,rogo mais cuidado.Aos vaidosos,rogo humildade.Aos farsantes, mais comedimento.

Rogo pela união daqueles do Bem,pois o Mal,mais cedo do que se pensa,sempre é derrotado.

Rogo,sobretudo saberem:as portas da SONESP estão abertas aos que desejam construir um futuro melhor para os Neurocirurgiões de São Paulo.

Sergio Listik

Deixe sua nota para essa postagem:
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars 11 voto(s), média: 4,27
Loading...

Share

About Author

(0) Readers Comments

Comments are closed.